fbpx

Meus Pães era estilo “pedra”, hoje o resultado final é sempre delicioso.

Me chamo Luciana, trabalho com telecomunicações e moro no bairro do Catete no Rio de Janeiro.

Comecei a me aventurar com a fermentação natural em 2017, até então, meu Levain era alimentado com farinha integral. Meus pães, até então era estilo “pedra”, meio carbonizado e com leves toques de acidez. Nem passava pela minha cabeça, que teria que resfriá-los na grade …rs

Sabia que tinha muito a melhorar, mas não tinha método, nem técnica e mas tinha plena consciência, de que não era só seguir as receitas.

Prossegui curtindo tudo que ia aparecendo sobre pães de fermentação natural, e eis que me deparo com a Nanda falando sobre a semana do pão em casa em março de 2019.

Pensei, agora vai, comprei a farinha forte que a Nanda falava, anotei todo o processo no caderninho e segui todo o processo, para enfim sair o melhor dos meus pães.

O Panifique-se por si só, já é uma motivação diária, são tantas dicas bacanas, com métodos super práticos a fim de arregaçar as mangas e pôr literalmente a mão na massa e testar todas as opções de bolos, focaccias, pães, pizzas, panetones e muito mais …

Só acho que deveria que ter membro panifiquese vitalício! Fica a dica! <3

Panifique-se me ensinou a praticar a paciência, que todo processo, leva um tempo, devemos respeitar esse tempo, porque o resultado final é sempre DELICIOSO!

Cada pão é único, como se assar pão, fosse “o evento”. A cada fornada,  realmente é como se fosse a primeira, acompanhar todo o processo, admirar a cor, pestana, miolo, o sabor e tudo melhor que há no sourdough <3

Não há nada melhor do que preparar nossos pães, sabendo a função de cada ingrediente usado e as diversas técnicas, nos dando muito mais liberdade de até ousar de vez em quando.

Antes e Depois da Luciana.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: