fbpx

Através do curso consegui o resultado esperado: O melhor Pão do Mundo.

Desde pequena entendi o pão como possibilidade de dar as mãos aos nossos semelhantes e unir as forças humanas em prol da paz. Diante do pão não há indiferença que resista, pois ele representa a harmonia e a paz necessárias para uma vida plena e feliz.

Afora isso, minha mãe sempre esteve às voltas com pães, feitos com carinho para família. Família com muitas crianças que só paravam para as refeições, sobretudo para o café da tarde onde se saboreava o pão quentinho com manteiga, gosto de infância que preservo até os dias do agora.

Bem, cresci e vim morar na próspera Joinville – SC onde me casei e tive meu único e amado filho. Aqui me pretendi representante comercial, mas não consegui a realização  tão almejada (ganhar dinheiro – apenas – nunca me fez a cabeça). 

Foi dentro de uma atmosfera de repetidas frustrações que me foi apresentada a panificação por meio da fermentação natural. Foi minha cunhada Cléia, que mora em Bombinhas numa região paradisíaca do litoral catarinense, quem me apresentou.

De imediato fiquei encantada e iniciei um processo de pesquisa pelos meandros do google, quase ensandecida pela fórmula mágica do levain. Falhei várias vezes até que, finalmente,  aprendi a”treinar o olhar” a partir de suas aulas e, daí sim, consegui alcançar o resultado tão esperado.

Suas aulas têm me ajudado muito, visto que prezo  pela objetividade, pela transparência e pela espontaneidade que permeia todo o seu discurso de PROFESSORA, profissão pela qual prezo muito e que deve ser respeitada em qualquer cultura, mas muito mais (muito mesmo) no nosso Brasil.

A partir do Panifique-se, fiquei mais segura e aos poucos estou conquistando novos clientes e, por conseguinte, encontrando a realização profissional pela qual tanto venho procurando nos últimos anos.

Enfim me apresento como Keren.

Antes e Depois da Keren

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: